Notícias > Posicionamento dos Correios sobre comentários da Bandnews FM

Posicionamento dos Correios sobre comentários da Bandnews FM

Brasília, 1/3/2019 - Sobre os comentários dos âncoras do programa Jornal da Bandnews FM, veiculado na manhã desta sexta-feira (1º), os Correios vêm a público divulgar o posicionamento da empresa. 

Aqueles que têm acompanhado a trajetória dos Correios sabem que a empresa adotou, no último ano, uma série de medidas para melhorar os seus resultados financeiros e a qualidade operacional. A empresa está passando por um profundo processo de reestruturação e adotando medidas relevantes voltadas para o fortalecimento da governança e da gestão. Como resultado, desde abril do ano passado a qualidade das entregas de encomendas vem melhorando continuamente. Em dezembro, mesmo com aumento das postagens, os índices chegaram a 99%. Isto significa que a cada 100 encomendas, 99 foram entregues dentro do prazo contratado. 

Afirmar que os Correios estão indo mal é um ato, no mínimo, irresponsável por parte dos apresentadores, formadores de opinião que são. Disseminar informação sem a segurança de sua veracidade vai totalmente de encontro ao compromisso de um bom jornalista. 

A marca Correios, ao contrário do que disse a apresentadora Carla Bigatto, não vem sendo desconstruída. Além de continuar na liderança do mercado de encomendas, os Correios são a única empresa 100% brasileira, presente em todo o país, um importante braço do governo federal na prestação de serviços públicos. 

Em relação ao aumento do preço das encomendas, esclarecemos que ele é anual e previsto em contrato. O aumento de custos é uma realidade para todas as empresas do setor. No entanto, os Correios buscam, sempre que precisam reajustar seus preços, causar o menor impacto possível aos clientes, mantendo, ainda, a presença nos 5.570 municípios brasileiros. 

A respeito das camisetas citadas pelo apresentador André Coutinho, é necessário verificar a origem e o tipo de serviço contratado para que se possam realizar as apurações. 

Os Correios já se colocaram à disposição da emissora para prestar quaisquer esclarecimentos.