Portal dos Correios

Sobre o Centro

Centro Cultural Correios – Recife está localizado na Av. Marquês de Olinda, 262, em área privilegiada do centro antigo da cidade tombada pelo IPHAN e considerada Zona Especial de Proteção Histórica (ZEPH – 09) através da Lei Municipal 16.290/97.

Mais sobre o centro
O prédio é uma construção do início do século passado e foi adquirido pelo então Departamento de Correios e Telégrafos – DCT em 1921 para ser a sede dos Correios em Pernambuco.

Integralmente restaurada, a edificação conta com cinco pavimentos e dispõe de seis salas de exposição, auditório, restaurante (bistrô), sala com peças históricas e uma agência postal.

O edifício é de composição eclética e linguagem arquitetônica influenciada pelo classicismo francês. A obra de restauro representou um investimento de mais de R$ 5 milhões e permitiu a recomposição original do projeto do prédio, com a abertura da clarabóia, da escada e do elevador panorâmico.

O Centro, inaugurado em 31/7/2009, integra o conjunto de pontos turísticos do bairro, um dos principais da capital pernambucana, que já dispõe de atrativos como: a Rua do Bom Jesus, a 1ª Sinagoga das Américas, a Igreja da Madre de Deus, o Paço Alfândega e a Torre Malakoff, além de teatros, livrarias, restaurantes e outros espaços culturais.

Visitação:
Centro Cultural Correios Recife
Av. Marquês de Olinda, 262 – Bairro do Recife
50031-970 - Recife – PE
Telefone: 081 3424 1935
e-mail: centroculturacorreios
recife@correios.com.br


Funcionamento:
O Centro Cultural Correios recebe visitantes de segunda a sexta-feira, das 11h às 17h.
Entrada franca.


Confira a planta baixa do Centro Cultural Correios de Recife

 

Programação

STAR DE FÉRIAS WARS NO CENTRO CULTURAL CORREIOS RECIFE




Cultura, entretenimento, tecnologia, games, exposição de miniaturas da saga Star Wars e muito mais, estarão reunidos no Star de Férias Wars, que ocorre no dia 28.07 (domingo), no Centro Cultural Correios Recife.

Realizado pelo Primeiro Império Galáctico de Pernambuco - PIGPE, o projeto Star de Férias Wars visa trazer diversão ao público infantojuvenil, proporcionando troca de conhecimentos de vários segmentos geek, cujo público é atraído por novas tecnologias relacionadas às diversas áreas do entretenimento, como computadores, games, livros, histórias em quadrinhos, filmes e cultura pop em geral. 

Em sua terceira edição, o evento presenteia os fãs da saga, bem como o público em geral, com uma série de atividades para ser vivenciada no mês de férias, abrangendo exposição de miniaturas colecionáveis, camisas, revistas, jogos de tabuleiro e games, tendo como tema personagens e cenários da cinessérie. Ao longo do dia também serão realizados bate-papos, jogos, concurso de cosplay e apresentação de dança.

A programação tem início às 10h, e vai até às 18h – com entrada gratuita. Segundo o presidente do Império Galáctico, Luciano França, o evento é uma oportunidade para se divertir do jeito mais nerd possível. “Quem é nerd, como eu, adora esses encontros. Esperamos ter um domingo com muita alegria e interação. O Império está de braços abertos para receber o público, e não importa se a pessoa é, ou não, fã de Star Wars. Queremos receber também pais, filhos, e todas as pessoas que ainda não conhecem esse universo geek/nerd”, ressaltou.

Messias Amorim, diretor da Conexão NERDeste, estará no painel Marvelizando, abordando o Universo Cinematográfico da Marvel, que ganhou novidades no último sábado (20), na San Diego Comic-Con (SDCC), nos EUA – dentre elas Thor 4 e Doutor Estranho 2. O bate-papo está marcado para às 14h.

 SERVIÇO

Evento: Star de Férias Wars
Local: Centro Cultural Correios
Endereço: Av. Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife (Recife Antigo)
Data: 28 de julho (domingo)
Horário: das 10h às 18h
Entrada gratuita


Exposição “Entre Linhas” Traz Obras de Rose Catão ao

Centro Cultural Correios Recife

 

Desenhadas na madeira, aranhadas no tecido ou marcadas na palma da mão, as linhas definem limites, contornam e integram fronteiras da vida e da fantasia. A percepção das linhas no desenho marca o sentido da nova exposição da arte-educadora e artista plástica Rose Catão, cujos trabalhos estão expostos no Centro Cultural Correios Recife.

 Com o título “Entre Linhas”, a mostra nos fala do povo brasileiro e sua cultura. A riqueza dos elementos que compõem suas obras dá testemunho da diversidade e da coexistência de grupos étnicos como negros, dançarinos de folguedos populares, pescadores, lendas e mitos populares brasileiros, entre outros. É assim, "entre linhas", que cotidianos simples são traduzidos em expressões artístico-culturais nas obras da artista, resgatando cenários, disseminando conhecimentos e preservando a memória. 

    Natural de Campina Grande/PB, essa é a primeira vez que Rose Catão tem uma exposição individual em Pernambuco. A curadoria é da Artista Visual Juliana Alves, com patrocínio da Galeria Valentim. “Fizemos uma seleção de trabalhos que possa mostrar ao público pernambucano o valor dessa nossa artista. Queríamos chamar a atenção para a presença da linha, ou das variadas linhas, na xilogravura e na pintura de Rose Catão”, diz Marcus Alves, sociólogo e responsável pela Galeria Valentim. Ele observa que na obra de Rose Catão não se encontram linhas sem sentido. “É como se todas estivessem entrelaçadas, formando uma rede de significações e expressões de seus desenhos, dos rostos dos brincantes populares, às brincadeiras de crianças”, completa.

 O acervo da exposição conta também com obras de pintura da artista.  Rose Catão explica que durante algum tempo se dedicou quase que exclusivamente à técnica de xilogravura, mas no momento está retomando a pintura de óleos sobre tela e acrílicos. “Estou sendo estimulada a voltar a pintar em tela por vários amigos e essa exposição está sendo um excelente motivo para essa retomada”, finaliza Rose.

 Serviço:

Exposição: “Entre Linhas”
Período: de 25.04 a 28.06.2019
Visitação: Segunda a Sexta, das 13h às 18h
Local: Centro Cultural Correios
Endereço: Avenida Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife
Entrada franca 

 


VIII Mostra Pôster Arte Design do Festival Abril Pro Rock

VIII Arte Design

No dia 04.04.2019, às 19h, com o tema “Feminismo”, será inaugurada no Centro Cultural Correios Recife a VIII Mostra Pôster Arte Design, evento paralelo que marca a abertura do Festival Abril Pro Rock 2019. Inspirada no universo feminino e com criações de designers mulheres, a mostra será composta por cerca de 50 peças que retratam representações visuais da mulher na comunicação, particularmente, na música. Segundo o curador Paulo André Moraes, as peças expostas vão “desde uma xilogravura de Carmem Miranda, assinada por Jota Borges, até o cartaz de uma banda de heavy metal brasileira dos anos 80”.
Dentre as produções mais recentes, destacam-se trabalhos de artistas como Ianah Maia, criadora da arte do Abril Pro Rock na edição passada.

 O acervo também traz peças de memorabilia do festival e que forjaram a cena musical do Recife ao longo dos anos. Paulo André ressalta que as peças não possuem limites em relação a gêneros musicais, indo do underground ao mainstream da cultura pop.

A ideia da mostra surgiu em consonância com a decisão curatorial do Festival de realizar uma noite de shows liderada por mulheres, trazendo atrações como a banda russa Pussy Riot, a carioca Letrux, as paraibanas do Sinta A Liga Crew, as pernambucanas do Arrete e 808 Crew, Beth de Oxum, entre outras. “Faz parte da história do Festival não se limitar à produção de shows e estar integrado à história da música, seja no design, na pintura, na gravura, na moda”, finaliza Paulo André, proprietário do acervo em exposição e guardião da preservação da memória.

Serviço:

VIII Mostra Pôster Arte Design do Festival Abril Pro Rock
Lançamento: 04.04.2019, às 19h
Período: 04.04 a 31.05.2019
Visitação: Segunda a Sexta, das 13h às 18h
Local: Centro Cultural Correios Recife
Endereço: Avenida Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife
Fone: (81) 3424-1935
Entrada Franca

           



Artista visual e escritora lançam livro “TranspareSSer” no Centro Cultural Correios Recife

 “Logo percebi que a transparência do meu trabalho implicava a minha própria transparência, numa exposição de defeitos e qualidades, numa reflexão sobre eles”. O depoimento é da artista visual Juliana Alves e aparece no livro “Transparesser”, publicado pela editora do Centro de Comunicação Turismo e Artes, (CCTA) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).  A obra, escrita por Juliana Alves, mestranda em Artes Visuais no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da UFPB/UFPE, e por Sônia Marques, arquiteta e doutora em sociologia pela Écola des Hautes Études em Sciences Sociales, de Paris, será lançada na próxima quinta-feira (28), às 19h, no Centro Cultural Correios Recife (PE).

Trata-se de uma obra híbrida, na qual Juliana Alves revela os procedimentos artísticos em sua formação no curso de Artes Visuais da UFPB, combinando com poemas e textos estéticos escritos por sua orientadora, a professora Sonia Marques. O livro tem como foco temático o conceito de transparência que a artista vem perseguindo desde o início dos seus trabalhos com aquarela, com assemblagens e suas pesquisas com frascos de perfumes e instalações.

O livro, conta Juliana Alves, será lançado exatamente no encerramento de sua exposição, “Transparesser”, aberta ao público desde o mês de novembro no Centro Cultural Correios. “A gente pensou em fechar a exposição com uma reflexão crítica e estética em torno do conceito de transparência”. A exposição teve curadoria da Sônia Marques, que há alguns anos mantém um diálogo criativo com sua ex-aluna.

“Juliana descobrira um mar de possibilidades para atingir a transparência”, acrescenta Sonia Marques. Ela diz que no início eram a aquarela e a poesia. Depois uma sequência de janelas e avarandados do centro histórico de João Pessoa.  Sonia conta que teve também organzas e tecidos, como materiais experimentados. “Até chegar ao vidro, o vidro dos frascos de perfumes, antecipando o prazer dos cheiros. A materialidade do vidro em toda a sua ambivalência”, comenta.  

O livro “Transparesser”, revela um diálogo entre duas gerações: a da artista Juliana Alves e a da professora Sonia Marques. Constitui-se uma trama entre várias áreas, como artes plásticas, cinema, literatura em um esforço para se dominar o conceito de transparência. Por fim, a obra revela um trabalho comum, às vezes feito a quatro mãos como nos poemas que carregam seus tons de identidades culturais, erotismo e o sentido de ser mulher e artista contemporânea – tudo permeado pelo debate sobre a condição feminina. Ou como registra e escritora Maria Valéria Rezende, no prefácio da obra: “De nada temos certeza, se formos minimamente perspicazes e sensíveis, e por isso somos livres”.

 SERVIÇO:

Lançamento do livro “Transparesser”, de Juliana Alves e Sonia Marques
Data: 28 de março de 2019, às 19h
Local: Centro Cultural Correios
Endereço: Avenida Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife (Fone: 81 3424-1935)
Contatos: Sonia Marques (81) 98173- 1815
                    Juliana Alves (83) 98803- 3056
Entrada Franca



LANÇAMENTO DE SELO E TRIBUTO A RENATO RUSSO NO CENTRO CULTURAL CORREIOS RECIFE

No dia 27 de março (quarta-feira), será lançada a emissão especial de selo em homenagem ao músico e poeta Renato Russo. O lançamento ocorrerá, simultaneamente, nas cidades de Brasília/DF, Recife/PE e São Paulo/SP.

Em Recife, o Centro Cultural Correios receberá o projeto “Tributo a Renato Russo”, que aproveita o lançamento do selo em sua homenagem para resgatar e prestigiar a memória do artista, cujas músicas influenciaram inúmeras gerações. Com a presença de fãs clubes, fãs da banda e público em geral, serão realizados números musicais, mostra de fotografia e oficina de música inclusiva, com apresentação de alunos com deficiência do Instituto Sons do Silêncio.

O projeto tem como objetivo celebrar o aniversário de Renato Russo, figura de extrema relevância na cena musical brasileira, reunindo seus fãs para, através da recordação de seus grandes sucessos, resgatar e preservar sua história, com poesia, música, fotografia e, principalmente, o lançamento do selo. Ao reavivar a memória de Renato Russo, o evento oferece ao público, notadamente às  novas gerações,  a oportunidade de ter acesso a conteúdos da trajetória do artista, incentivando o conhecimento e apreciação da obra deste grande músico.

Serviço:
Tributo a Renato Russo
Data: 27.03.2019, a partir das 17:00h
Local: Centro Cultural Correios Recife
Endereço: Av. Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife.
Fone: (81) 3424-1935
Entrada Franca


PERNAMBUCO FASHION WEEK/CARNAVAL 2019

Pernambuco Fashion Week Carnaval 2019

A moda traduz muito da vida e história cultural de um povo. O ato de se vestir é uma forma de comunicação. Através das vestimentas e acessórios, uma pessoa fala da sua personalidade, seus gostos, comportamento e dos grupos a que pertence ou se identifica. O jogo de combinações permite passar um recado, uma mensagem, um propósito a quem observa. Assim como os demais campos no universo da moda, os ritos carnavalescos também revelam a forma de expressão de uma comunidade.

Fortalecimento e disseminação da história e da cultura pernambucanas. Com essa perspectiva está sendo realizado em Recife e Caruaru o Pernambuco Fashion Week/Carnaval 2019, que visa desenvolver profissionais e demais interessados no segmento da moda de carnaval. Mediante a realização de diversas atividades, como oficinas, workshops, palestras, desfiles de fantasias, etc., o projeto possibilitará aos participantes acesso gratuito a conhecimentos e ferramentas necessárias à capacitação e desenvolvimento de habilidades, com base nas tendências de mercado para o setor.

As atividades do Projeto, juntas, constituem importante ferramenta fomentadora da cadeia produtiva do carnaval pernambucano, disseminando as expressões artísticas e culturais da região e, ao mesmo tempo, fortalecendo a economia criativa local, que tem na cultura carnavalesca um de seus fortes pilares.

Abordando temas como estamparia, artesanato, cultura popular, requalificação de resíduos têxteis, acessórios, identidade cultural, negócios e empreendedorismo, a programação do Pernambuco Fashion Week/Carnaval 2019 ocorre em 4 polos, dentre eles, o Centro Cultural Correios Recife, onde serão realizados congressos, palestras, desfiles de fantasias, rodas de diálogo e apresentações musicais.

Na agenda do dia 19.02, um momento inclusivo e sublime: a apresentação da banda de músicos da Associação Pestalozzi do Recife, trazendo no repertório músicas tradicionais do carnaval pernambucano.

Serviço:
Pernambuco Fashion Week/Carnaval 2019
Período: de 19 a 26.02.2019
Polo Centro Cultural Correios Recife (19, 21, 25 e 26.02, das 14h às 16h)
Endereço: Avenida Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife
Entrada franca


DELÍRIO MÍSTICO: O Expressionismo Pernambucano

cccpe_delírio_mistico

No dia 23.11.2018, será inaugurada no Centro Cultural Correios Recife a exposição “DELÍRIO MÍSTICO: O Expressionismo Pernambucano”, assinada pelo artista plástico Valdson Silva. A mostra é composta de 32 obras, produzidas entre 2003 e 2018, que variam de tamanhos e técnicas, no estilo “naif noar”, com fluidez e pluralidade inimagináveis.

Apesar de não possuir nenhuma influência direta, Valdson destaca dois ícones das artes plásticas que admira muito: o americano Jackson Polock (1912-1956), referência no movimento do “Expressionismo Americano”, e o norueguês Edvard Munch (1863-1944), um dos percursores do “Expressionismo Alemão”. No seu trabalho há inegável e visível tendência expressionista, entretanto, marcada por riquíssima variação temática, decorrente da pluralidade cultural de Recife, sua terra natal. Em suas obras, a influência expressionista é misturada com o seu olhar artístico, autêntico e singular, perpassado por uma variedade de cores, originada na cultura pulsante e plural da cidade. Trata-se de um verdadeiro, novo e autêntico expressionismo que nasce e objetivamente poderia se definir como “Expressionismo Pernambucano”. 

Valdson Silva é músico, compositor e diretor geral do “Maracatu Fantástico A Cabra Alada”, que há décadas desfila no carnaval recifense, um dos mais tradicionais carnavais do Brasil, ministrando oficinas para músicos de vários instrumentos ligados a este folguedo. Durante o vernissage, haverá uma apresentação musical do “Maracatu Fantástico A Cabra Alada”, contando com 15 integrantes, entre músicos e personagens folclóricos do maracatu, como o Rei, o Bispo, o Embaixador, a Cabra, o Feiticeiro e o Orixá.

 

Serviço:
Exposição “DELÍRIO MÍSTICO: O Expressionismo Pernambucano”
Inauguração: 23.11, às 19h
Período: de 26.11.2018 a 31.01.2019
Visitação: Segunda a sexta, das 13h às 18h
Local: Centro Cultural Correios Recife
Endereço: Av. Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife
Entrada franca

MPB IMORTAL

MPB imortal

Com o intuito de homenagear importantes cantores e compositores falecidos da música popular brasileira, alguns destes ainda muito lembrados pela sociedade, outros nem tanto, será inaugurada no Centro Cultural Correios Recife a exposição “MPB Imortal”, do artista Marcelo Gomes da Silva, que assina sob o nome artístico Sandro Maximus.

Trata-se de uma mostra composta por 23 telas, desenvolvidas sob a técnica de acrílico sobre tela. Cada obra apresentada trará um diferente cantor/compositor de reconhecido valor musical e que contribuiu com seu talento para o desenvolvimento da música popular em nosso país. Estarão presentes na exposição artistas como Dalva de Oliveira, Jackson do Pandeiro, Nelson Gonçalves, Elis Regina, Belchior, Cazuza, Cássia Eller, entre outros.

A diversidade de estilos e de períodos de atuação no cenário musical brasileiro permitirá às diferentes gerações que visitarão a exposição lembrar ou conhecer um pouco da história desses artistas. Cada tela será marcada pela figura do artista e de outros elementos pictóricos que farão alusão à obra do músico/compositor escolhido, permitindo ao público interagir, na tentativa de identificar como esses elementos estão associados ao artista.

Segundo o artista Sandro Maximus, “como manifestação artística, a música é, sem dúvida alguma, aquela que mais rapidamente cumpre sua função como arte, pois toca diretamente ao coração do homem, enobrecendo-lhe os sentimentos, enriquecendo-lhe a vida e proporcionando-lhe alegria. Não são necessárias à música maiores condições para sua contemplação. Música pode ser ‘consumida’ em qualquer local e horário. Contraditoriamente, o mesmo não ocorre com as artes plásticas, em especial a pintura, que requer um ambiente minimamente reservado para que se estabeleça o contato entre obra e público. Tentar estabelecer esse diálogo artístico entre pintura e música parece-nos ser uma forma oportuna de valorizar essas duas formas de manifestação artística”.

 

Serviço:
Exposição “MPB Imortal”
Inauguração: 22.11.2018, às 18h
Período: de 23.11.2018 a 30.01.2019
Visitação: Segunda a sexta, das 13h às 18h
Local: Centro Cultural Correios Recife
Endereço: Av. Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife
Entrada franca

TranspareSSer: Universo Feminino

TranspareSSer

No dia 08 de novembro, será inaugurada no Centro Cultural Correios Recife a exposição “TranspareSSer”, assinada pela artista Juliana Alves, com Curadoria de Sônia Marques.

O termo transparência tem sido comumente utilizado na cena midiática associado a questões políticas ou de gestão. Apesar da conotação positiva que reflete uma exigência cidadã, por outro lado banaliza a dimensão mais ampla do termo e ignora, sobretudo, sua dimensão poética. Transparecer é se fazer presente, mas de uma maneira suave, sugestiva. A transparência excessiva pode cegar. Nesse contexto, a mostra pretende focar o conceito de transparência, suas ambivalências e possíveis efeitos, como mostrar e difundir, explorando questões da atualidade: mulher, corpo, resiliência, através de técnicas múltiplas, tradicionais e contemporâneas (da aquarela à performance).

Formada em artes visuais pela UFPB e mestranda em artes visuais no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Universidade Federal da Paraíba e Universidade Federal de Pernambuco (UFPB/UFPE), Juliana Alves, artista pernambucana natural de Pesqueira, tem pesquisado a transparência desde o início de sua formação. Em “TranspareSSer”, ela trata do universo feminino, seus dilemas e identidades culturais. Os jogos e ambiguidades das transparências ganham força na expressão da artista, através das 18 peças que compõem o acervo, elaborado a partir da utilização de diversos materiais e técnicas variadas, como óleo sobre tela, acrílica, aquarela e esculturas em gesso e vidro. “Trata-se também de um retorno às minhas origens, em um momento de inauguração de meus trabalhos por onde essa história começou aqui mesmo – no cenário das artes visuais de Pernambuco”, relembra a artista.

A arquiteta e urbanista Sônia Marques afirma que a mostra “TranspareSSer” implica num jogo de equilíbrio entre o esconder e o revelar. “Fusão de transparecer e ser é adoção por difícil escolha de um modus vivendi que assume a ambiguidade”, completa a curadora, doutora em Sociologia pela École des Hautes Études en Sciences Sociales, de Paris.

 

Serviço:
Exposição “TranspareSSer”
Vernissage: 08 de novembro, às 19h
Período: 8 de novembro de 2018 a 15 de março de 2019
Visitação: Segunda à Sexta, das 13h às 18h
Local: Centro Cultural Correios Recife
Endereço: Av. Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife
Entrada franca

 

"Rizoma e Marés: berço da vida"

Rizoma e Marés

No período de 8 a 20 de novembro, estará em cartaz no Centro Cultural Correios Recife a exposição "Rizoma e Marés: berço da vida", realizada pelo Fórum Suape – Espaço Socioambiental, com curadoria de Rebecca França e Danielly Guerra.

Composta por 60 fotografias, com e sem molduras, a mostra visa demonstrar, através da arte, parte do trabalho que está sendo desenvolvido neste território, junto à população tradicional do Cabo de Santo Agostinho e Ipojuca, retratando as condições de vida dessa população tradicional de comunidades, com importante riqueza cultural, expressa em seus modos de vida. Por meio de imagens, pretende-se sensibilizar a sociedade, demonstrando como a implantação dos grandes empreendimentos econômicos afeta esse território, ameaçando a conservação do acervo histórico e cultural representado nas famílias que nele habita.

Reunindo registros fotográficos de João Roberto Ripper, Renata Albuquerque, Rafael Martins e Bruna Valença, além da exibição do vídeo Suape Insustentável, do cineasta Naor Eliemech, a mostra está organizado sob a perspectiva de fazer o resgate histórico das comunidades e povos tradicionais desse território, contribuindo para um amplo e necessário debate sobre um dos maiores desafios da sociedade contemporânea, que diz respeito à manutenção da vida, das comunidades dos povos tradicionais, no nosso planeta, e em particular, no nosso estado.

Durante o período da exposição, serão realizadas diversas atividades como debates, e mostras de vídeos curtas e filmes, com o objetivo de divulgar, informar, dinamizar e facilitar a interação dos visitantes com o evento.

Serviço:
Exposição “Rizoma e Marés: berço da vida”
Vernissage: 08 de novembro, às 17h
Período: 8 a 20 de novembro de 2018
Visitação: Segunda à Sexta, das 13h às 18h
                 Domingos (11 e 18.11), das 13h às 18h               
Local: Centro Cultural Correios Recife
Endereço: Av. Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife
Entrada franca

Recital CORO ARS CANTICUS no CCC-Recife

Recital CORO ARS Canticus

Nos dias 26 e 27 de outubro será realizado no Centro Cultural Correios Recife o Recital CORO ARS CANTICUS – Laboratório de Vozes, um projeto de extensão da Universidade Federal de Pernambuco-UFPE, sob a coordenação do Maestro e Prof. Sérgio Deslandes. Em seu 14º semestre de existência, o CAC já se apresentou em Salvador, no II FESTCOROS/Bahia (2013), e em vários espaços da cidade do Recife, dentre os quais destacamos o Projeto MAIS do Hospital das Clínicas; o Teatro Joaquim Cardoso da UFPE; participação em Programa da TVU/Recife, Opinião Pernambuco, no dia 01 de dezembro de 2016, junto com o Véio Mangaba e o compositor Antônio Madureira (Baile do Menino Deus). Para este ano, o CAC participará do XVI FEPAC – Festival Paraibano de Corais, que reúne, anualmente, diversos corais do Brasil e da América Latina.

Os Recitais trazem uma parte do repertório trabalhado em 2018 e, durante as apresentações, será realizada uma miniexposição na sala onde os mesmos ocorrerão, apresentando diversos cartazes da trajetória do grupo, além de documentos importantes, pertinentes à história do projeto.

Serviço:
Recital CORO ARS CANTICUS – Laboratório de Vozes
Período: 26.10 (19h) e 27.10 (18h)
Local: Centro Cultural Correios Recife
Endereço: Avenida Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife
Entrada franca


MARCAS: A HISTÓRIA DE MAIS UMA MARIA

Marcas: a história de Mais uma Maria

Produção do Grupo de Teatro João Teimoso, com criação da Atriz e dramaturga Chell Moriim, o espetáculo narra a história de Maria, igual a muitas que existem, que são criadas para serem donas de casa e encontrarem seu “príncipe encantado”, mas que, na verdade, terminam vendo todos seus sonhos irem por água baixo, vivendo uma realidade de violência e sofrimento. Na peça, Maria descobre seu verdadeiro caminho e dá a volta por cima, descobrindo o que é ser mulher, dando um ponto final em tudo e indo viver a sua verdadeira vocação.

Estatísticas apontam o crescimento dos índices de feminicídio no país. O espetáculo visa conscientizar e alertar o público acerca do fato, buscando mostrar a realidade nua e crua de tantas Marias, envolvendo a todos na história da personagem título, emocionando e gerando identificações com casos vividos ou conhecidos. Ao término, abre-se um debate com todos os presentes.

Os ingressos estarão à venda no local a partir das 18h, sendo R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia).

Serviço:
Espetáculo “Marcas: A História de Mais Uma Maria”
Período: 19, 26 e 27/10 e 09 e 10/11, às 20h
Local: Centro Cultural Correios Recife
Endereço: Avenida Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife
Bilheteria: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia)



Flauta de Bloco: Uma viagem pelos ritmos pernambucanos


No dia 22 de setembro, às 18:00h, o Centro Cultural Correios Recife recebe o espetáculo “Flauta de Bloco: Uma viagem pelos ritmos pernambucanos”, composto por obras musicais de compositores pernambucanos ou radicados em Pernambuco. As obras, muitas das quais criadas para o grupo Flauta de Bloco, têm a originalidade e a identidade da tradição musical de Pernambuco, constando de frevos, maracatus, xotes, cavalos marinhos, xaxados, choros, entre outros. O espetáculo visa valorizar e difundir o trabalho desses compositores, os quais e destacam como importantes agentes da preservação cultural local.

Criado em 2008, o grupo Flauta de Bloco é um grupo instrumental formado por professores, alunos e ex-alunos da Universidade Federal de Pernambuco-UFPE, reunindo oito flautas doces, contrabaixo acústico, violão, cavaquinho, percussão e um profissional de dança.

 Seu nome faz alusão ao termo alemão Blockflöte (flauta de bisel) e aos blocos ou agremiações carnavalescas que alegram as ruas do Recife com charme e beleza.

A riqueza e a diversidade de gêneros presentes na música popular de Pernambuco - com suas influências europeia, africana e ameríndia - tem inspirado muitos músicos e compositores. Atraído por este universo cultural, Flauta de bloco consagra-se à interpretação desta música, visitando os ciclos carnavalesco, junino e natalino. Os arranjos e composições dedicados ao grupo vêm contribuindo para a ampliação do repertório da flauta doce de maneira inusitada, com isso, consolidando seu trabalho junto ao público.

Trajetória do Flauta de Bloco:

O grupo tem seu talento reconhecido no cenário nacional e internacional, consolidando-se como importante difusor da cultura local. Em 2012, realizou turnê na França com o apoio do MinC; em 2013, foi convidado a participar da Mostra Leão do Norte  - SESC/PE; em 2014, foi selecionado para tocar na ISME (International Society of Music Education), em Porto Alegre. Desde 2015 participa de projetos realizados em parceria com a UFPE e o Instituto Ricardo Brennand. Em 2018, o grupo se apresentou no Festival Internacional de Música de Campina Grande-FIMUS, no Conservatório Pernambucano de Música e no Festival Virtuosi/FIG (Festival de Inverno de Garanhuns - Pernambuco).

O espetáculo "Flauta de Bloco: Uma viagem pelos Ritmos Pernambucanos" foi aprovado através do edital IBERMUSICAS para a realização de uma turnê em Portugal, constituindo-se, assim, mais um importante projeto de difusão das obras de compositores pernambucanos no cenário internacional. Visando presentear o público recifense, o grupo decidiu realizar uma primeira apresentação no Centro Cultural Correios.

Serviço:

Espetáculo musical “Flauta de Bloco: Uma viagem pelos ritmos pernambucanos”
Data: 22 de setembro de 2018, às 18:00h
Local: Centro Cultural Correios
Endereço: Av. Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife
Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia)

 


EXPOSIÇÕES

Exposição Outros Carnavais reúne o talento de artistas no Centro Cultural Correios Recife

O carnaval é uma festa popular muito comemorada no Brasil. Através dela, o mundo conhece e identifica o povo brasileiro como alegre e cultural.

A despeito desta tradicional alegria, proporcionada pelos festejos carnavalescos, e de como movimenta a economia do país, através do turismo, compra de fantasias, transporte doméstico, hospedagens e outras atividades, um aspecto pouco observado é tudo o que vem antes e depois do carnaval.

O carnaval no Brasil não se resume apenas aos quatro dias de folia. Escolas de samba trabalham o ano inteiro em uma indústria que exige profissionais especializados, transformando materiais em alegorias, fantasias, composições musicais, ensaios que envolvem grandes comunidades.

Indústrias têxteis, de bebidas, serviços hoteleiros, companhias aéreas e muitos outros setores têm especial direcionamento de suas equipes para o evento, e mais... Após a festa, restam toneladas de resíduos que necessitam de destinação correta... e o ciclo recomeça.

Sensíveis a todo este cenário, 11 artistas plásticos pernambucanos resolveram jogar luz nesta invisibilidade, mostrando através de seus trabalhos tudo o que compõe o carnaval antes e depois da festa. Através de suas telas, estes artistas querem despertar na sociedade a preocupação com o meio ambiente, mostrar a ancestralidade dos folguedos e todo o trabalho que antecede e sucede a festa patrocinada. O objetivo é mostrar as vísceras de um carnaval invisível, além de carnavais de outros lugares, com o propósito de expor o festejo e suas diferentes expressões pelo mundo.

Uma exposição direcionada a todos, mas em especial às crianças, para incutir em suas mentes que o carnaval tem antecedente e consequente e não é uma exclusividade do Brasil.

A exposição será inaugurada no Centro Cultural Correios Recife, no dia 02.08.2018, às 18h.

Serviço:
Exposição Outros Carnavais
Período: de 02.08 a 01.10.2018
Visitação: Segunda à sexta, das 13h às 18h
Local: Centro Cultural Correios Recife
Endereço: Av. Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife
Entrada Franca

 

“Olhares da Mata” reúne imagens do Parque
Estadual da Mata da Pimenteira

 Exposição integra projeto de educação ambiental para valorização e
 preservação da Unidade de Conservação localizada em Serra Talhada. 

A exposição fotográfica “Olhares da Mata” chega ao Recife nesta segunda-feira (30/07). A mostra reúne 40 imagens do Parque Estadual Mata da Pimenteira produzidas por jovens de Serra Talhada e pelo fotógrafo e educador Daniel Meirinho. A abertura será realizada nesta segunda-feira (30/07), às 18h, no Centro Cultural Correios, com acesso gratuito. A exposição fotográfica faz parte de um processo educativo que tem o objetivo de contribuir para a conservação e a interação sustentável da sociedade com a Mata da Pimenteira, localizada no município de Serra Talhada, no Sertão do Pajeú de Pernambuco. A iniciativa integra o projeto de educação ambiental “Olhares da Mata”, realizado pela Agência Estadual de Meio Ambiente - CPRH, em colaboração com a organização não-governamental AVSI Brasil. O projeto tem coordenação técnica pela PLONUS – Soluções em Engenharia e Meio Ambiente e apoio do Centro Cultural  Correios.

No Projeto “Olhares da Mata”, a imagem fotográfica fornece uma maneira acessível para definir realidades, perspectivas, para comunicar e sensibilizar sobre as questões voltadas ao meio ambiente. As fotografias apresentadas foram produzidas durante oficina de fotografia (40 horas), com a participação de 30 jovens estudantes de escolas públicas de Serra Talhada. Os jovens também foram responsáveis pela curadoria da mostra, selecionando as imagens expostas. O projeto além de formar jovens aptos a realizar uma exposição fotográfica busca principalmente sensibilizar a comunidade local, gestores públicos, sociedade civil, escolas e a sociedade em geral sobre o meio ambiente, sua importância e diversidade.

A oficina foi ministrada pelo fotógrafo e educador Daniel Meirinho, com experiência nacional e internacional em fotografia participativa e intervenção social. As atividades também contaram com a participação da educadora ambiental Angélica Magalhães. A formação utilizou a metodologia central da fotografia participativa,  Photovoice, desenvolvida em 1992 pelas investigadoras Caroline Wang, da Universidade de Michigan e Mary Ann Burris, da Universidade de Londres. Durante a oficina, os jovens aprofundam o olhar em uma subjetividade que vai além do enquadramento estético e se encontra com as próprias preocupações de um cidadão.

MATA DA PIMENTEIRA - A Unidade de Conservação Parque Estadual Mata da Pimenteira é localizada no município de Serra Talhada, no Sertão do Pajeú de Pernambuco. Reconhecida como Unidade de Conservação Estadual em 30 de janeiro de 2012, por meio do Decreto Estadual nº 37.823, tendo como fundamento e principal objetivo de criação contribuir para a preservação e a restauração da diversidade ecológica da caatinga. A região da Mata da Pimenteira apresenta grandes potencialidades, mas também grandes desafios. O parque é uma região de belas paisagens, com diversidade ecológica de caatinga, com centenas de espécies da fauna e da flora, afloramentos rochosos e os Açudes do Saco I e Cachoeira II. No entanto, a mata sofre com riscos atinentes às Unidades de Conservação, como o desmatamento, a caça clandestina, a retirada ilegal de madeira, queimadas, o descarte de resíduos sólidos, ocupação irregular, entre outros.

Inserida em uma propriedade do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), denominada Fazenda Saco, apesar de não haver populações residindo no interior do perímetro da Mata da Pimenteira, o Parque se localiza ao norte do núcleo urbano do município de Serra Talhada, distante apenas 3 km, o que coloca a área em alto risco de degradação ambiental.

O município teve em 2013, um aumento populacional significativo, com uma contagem de 80.051 habitantes. Destes, estando 77,34% localizados na zona urbana e 22,66% na zona rural (IBGE, 2013). Esta informação salienta a questão do avanço do crescimento da cidade em suas denominadas “franjas urbanas”, área onde se localiza o Parque Estadual Mata da Pimenteira.

O Parque Estadual Mata da Pimenteira é um valioso patrimônio que precisa ser preservado. Para que este patrimônio seja ainda mais valorizado, é necessário que não apenas a comunidade local, como também a sociedade o conheça e reconheça as belezas de sua paisagem e a interação do homem com o ambiente.

Serviço:
Exposição “Olhares da Mata”
Abertura: Segunda-feira (30/07), às 18h
Período: de 30.07 a 30.11.2018
Visitação: De segunda à sexta, das 13h às 18h.
Local: Centro Cultural Correios - Av. Marquês de Olinda, 262 – Bairro do Recife, Recife-PE.
Entrada Franca


MULHERES CORPO AFORA: EMPODERAMENTO FEMINIMO É TEMA DE EXPOSIÇÃO NO CENTRO CULTURAL CORREIOS RECIFE

No dia 05.07, foi inaugurada no CCC-Recife a exposição “Mulheres: Corpo Afora”, de Kaísa Andrade.

A sociedade impõe padrões que objetificam corpos femininos como ideais ou desejáveis, a partir de uma referência que, muitas vezes, é acionada pela lógica racista e sexista. 

A pressão que se sucede sobre corpos de mulheres brancas, loiras, magras, heterossexuais, "do lar", etc.,  gera um imaginário de exclusão e um sentimento de frustração para todas aquelas que não se encaixam nos referidos padrões.

Com uma visão sensível e realista, a publicitária Kaísa Andrade critica essa lógica de estruturação do mercado, mediante fotografias de mulheres comuns em seu cotidiano. O resultado é um trabalho rico, que abrange o empoderamento feminino, a diversidade e o respeito às diferenças sociais e culturais.

O Projeto resulta da pesquisa e prática fotográfica que compõe o trabalho de conclusão de Kaísa no curso de Publicidade e Propaganda da Universidade Federal de Pernambuco. A mostra é composta por 27 imagens, no tamanho 30x45, selecionadas a partir de nove diferentes ensaios fotográficos realizados, ressaltando, ainda, que um desses ensaios corresponde a uma série de autorretratos, na medida em que a fotógrafa também aciona sua própria corporalidade para trazer o questionamento descrito em imagens.

Kaísa Andrade possui graduação em Comunicação Social, com habilitação em Publicidade e Propaganda. Em sua trajetória profissional marcou presença como Redatora no Evento Tubo de Insight (2015) e ganhadora do Prêmio Melhor Cartaz Publicitário no EXPOCOM 2016.

Serviço:
Exposição Fotográfica “Mulheres: Corpo Afora”
Período: de 05.07 a 20.09.2018
Visitação: Segunda à sexta, das 13:00h às 18:00h
Local: Centro Cultural Correios Recife
Endereço: Av. Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife
Entrada franca


Centro Cultural Recife


Visitação:
Centro Cultural Correios Recife
Av. Marquês de Olinda, 262 – Bairro do Recife
50031-970 - Recife – PE
Telefone: 081 3224 5739 / 3424 1935
Fax: 081 3224 5739
e-mail:

Funcionamento:
O Centro Cultural Correios recebe visitantes de terça-feira a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos sábados e domingos, das 12h às 18h.
Entrada franca.